Ano de 2010

RELATÓRIO DE ACTIVIDADES DO ANO DE 2010

Caros Associados

O ano de 2010 continuou a ser para o Montepio um ano de continuidade no que concerne à estabilização do nosso projecto, com os nossos serviços em pleno funcionamento para assim podermos cumprir satisfatoriamente os nossos objectivos mutualistas.

Durante este ano continuámos a oferecer aos nossos associados os serviços de consultas de várias especialidades e de enfermagem já em funcionamento em anos anteriores, com a introdução de novas especialidades.

De forma a podermos cumprir os nossos objectivos de apoio aos associados mantivemos e alargámos acordos de colaboração com várias farmácias do concelho, pelo que foi possível oferecermos como benefício, a aquisição de medicamentos a custos mais reduzidos o que teve e continua a ter clara adesão dos associados Ao longo do ano, continuámos a insistir com as diligências necessárias feitas com a Administração Regional de Saúde com o intuito de celebrarmos um acordo de colaboração que permita ao Montepio a utilização dos meios complementares de diagnóstico. Apesar de ter sido publicada a portaria reguladora a verdade é que ainda não foi possível concretizar essa pretensão que consideramos essencial. À semelhança de outros montepios continuamos por isso a aguardar a assinatura do respectivo protocolo.

No âmbito da prestação de cuidados médicos e de enfermagem verificou-se um aumento bastante significativo na procura dos nossos serviços, sendo que em 2008 o Montepio realizou 2350 consultas, no ano de 2009 atingiu um total de 4069 consultas e em 2010, 4 344 com um saldo líquido de 32’246.74€

Por outro lado continuámos o esforço para angariação de novos associados, através da publicitação dos nossos serviços em jornais locais, tendo sido atingido, até 31 de Dezembro, o número de 1484 associados, superior ao constante do plano de actividades.

Não podemos deixar de continuar a enfatizar a colaboração valiosa do Sr. Dr. Pena Ramos que nos ajudou a acompanhar a evolução das nossas actividades de forma entusiástica e desinteressada, bem como, salientar o empenho, simpatia e profissionalismo das nossas actuais colaboradoras que em muito contribuem para o bom funcionamento diário do Montepio.O resultado da exploração, neste ano foi de cerca de 35’055.56€ o que é tanto mais significativo quando considerado o valor das legais amortizações, do que resultou um prejuízo contabilístico de 1’773.17 €, como se pode verificar no anexo do relatório de actividades e contas.Implementámos os nossos contactos com instituições congéneres do que destacamos o encontro concelhio de IPSS e a participação na UMP. Aderimos também à rede social do concelho. A Direcção manteve um ritmo semanal de reuniões.Podemos assim concluir que o ano de 2010 funcionou de acordo com as nossas expectativas, deixando-nos entusiasmo e motivação para continuarmos com os nossos objectivos e ideias mutualistas. A Direcção propõe que os Resultados Líquidos do exercício de dois mil e dez, no montante de Euro: 1’773.17 €, sejam aplicados da seguinte forma: O Resultado Líquido da Administração, no montante de Euro: 891.23€ seja integralmente aplicado no Fundo de Administração. O Resultado líquido da modalidade de Saúde seja aplicado em 20%, isto é, Euro: 176.39€ no Fundo Geral da Modalidade de Saúde e 80%, isto é, Euro: 705.55€ no Fundo Próprio Permanente da Modalidade de Saúde.

Torres Novas, 15 de Março de 2010